A tecnologia está nos aproximando e deixando tudo mais prático e seguro principalmente no momento atual da saúde. Telemedicina é uma área da Telessaúde que oferece atendimento médico de forma remota. Sendo assim, ela permite atender pacientes através da teleconsulta, interpretar exames médicos (telediagnóstico), telemonitoramento, entre outros, tudo feito remotamente.

O que é a Telemedicina?

É um processo avançado para monitoramento de pacientes, troca de informações médicas e análise de resultados de diferentes exames. Com a crescente pandemia de Covid-19, a telemedicina teve avanços significativos não só em termos de legislação, mas também em relação a aceitação da população e da própria classe médica.

No Brasil, o serviço de telemedicina, principalmente aplicada na emissão de laudos online, está crescendo e se consolidando. Nos últimos anos, empresas de saúde, instituições de medicina e os órgãos reguladores vem fazendo um esforço ativo para a promoção, a disseminação e o desenvolvimento de mais programas de assistência e cooperação remota em saúde.

O atendimento médico remoto foi fundamental para desafogar os pronto-atendimentos, fazer o monitoramento de pacientes, como também a teleinterconsulta entre médicos intensivistas e médicos clínicos-gerais em UTIs.

Regulação da Telemedicina

A aplicação da telemedicina é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pelas leis brasileiras. Inicialmente o mercado brasileiro adotou normas de ética e padrões de atendimento definidos pelas organizações internacionais, mas a partir de 2002, com a ampliação e consolidação dos serviços, foram criadas normas e resoluções nacionais para guiar esse tipo de trabalho.
Em março de 2020, após pedido do CFM devido a urgência no combate a Covid-19, o Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União a Portaria no 467 liberando a teleorientação, o telemonitoramento e a teleinterconsulta durante a pandemia.

As frentes da Telemedicina

Telemedicina serve para atender a 3 frentes básicas:

• Consultas: que podem ser feitas à distância, facilitando o acesso à medicina, e ainda contar com auxílio de outros especialistas, seja para uma segunda opinião médica ou mesmo para orientações específicas sobre certos procedimentos;
• Assistência: que consiste no monitoramento constante dos pacientes, que se torna mais acessível e prático pela tecnologia remota, seja para casos de doenças crônicas, na medicina preventiva ou em situações especiais, como de idosos ou gestantes;
• Educação: abre portas para o desenvolvimento intelectual e profissional do profissional de saúde. Isto é, teleconferências, videoaulas e plataformas de e-learning podem ser utilizadas para a educação médica continuada.
Vantagens da telemedicina
Desde 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a importância dessa área médica, em especial para casos em que a distância é um fator crítico para a oferta de serviços ligados à saúde.
Há diversas vantagens com a adoção da Telemedicina. Uma delas é a possibilidade de diminuir distâncias. Para os pacientes, essa tecnologia permite que eles tenham acesso à medicina de qualidade e a profissionais referência.
Para o sistema de saúde, há uma descentralização da assistência, reduzindo a procura por especialistas e hospitais logo no início do atendimento. Com a telemedicina, é possível levar os cuidados dos especialistas a mais localidades e com custos reduzidos.
• Amplia o contato entre médicos e pacientes;
• Acesso a especialistas e profissionais de referência;
• Facilita a troca de informações entre os serviços de saúde;
• Diminui o deslocamento de pacientes;
• Facilita a realização de exames;
• Melhora a qualidade de dados e laudos emitidos.

Ao que tudo indica, a telemedicina está em uma fase de expansão e o número de adeptos das suas vantagens não para de aumentar. Isso porque ultrapassa barreiras geográficas dos serviços de saúde, gerando um acesso local a especialistas e consequentemente a melhoria na assistência primária em saúde.

A Geosaúde Gerenciadora, acredita nesse avanço da tecnologia na área da saúde e desenvolve sistemas para a gestão da saúde por meio da tecnologia da informação e da comunicação.

Categorias: blog

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.