Durante a pandemia, o valor do trabalho dos profissionais de saúde ganhou um novo significado. Estudantes e profissionais de saúde serão homenageados entre os dias 12 e 20 de maio, data em que se comemora o Dia do Enfermeiro e o Dia do Auxiliar e Técnico de Enfermagem, respectivamente.

Esses profissionais são responsáveis pelo bem-estar do paciente nas 24 horas do dia, através do acompanhamento do quadro clínico, execução dos tratamentos prescritos (alimentação, higienização, administração de medicamentos) e ainda oferecendo orientação sobre prevenção de doenças, manutenção da saúde e conforto à família.

Segundo o Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), o número de profissionais continua aumentando. Em maio de 2021, o total era de 2.486.585 pessoas, enquanto no relatório da Fiocruz “Perfil da Enfermagem no Brasil”, de 2013, o total era de 1.804.535. Um salto incrível em apenas oito anos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca da metade dos trabalhadores da área da saúde estão na enfermagem, sendo 80% de técnicos e auxiliares e 20% de enfermeiros. Atualmente, mais de 680 mil profissionais da área atuam somente no estado de São Paulo.

Dia 12 de maio comemora-se mundialmente o Dia da Enfermagem e o Dia do Enfermeiro, uma homenagem a Florence Nightingale, marco da enfermagem moderna no mundo e que nasceu em 12 de maio de 1820. Já em 20 de maio, é a vez da comemoração dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem. No Brasil, a data homenageia Ana Néri, pioneira da enfermagem no país, sendo a primeira enfermeira brasileira a se alistar voluntariamente em combates militares.

A profissão tem origem milenar, datando de uma época em que ser enfermeiro significava cuidar, proteger e alimentar doentes, idosos e deficientes. Ao longo dos séculos, a enfermagem formou profissionais em todo o mundo que se dedicam à saúde e bem-estar humano.

 

Tecnologia na enfermagem: os principais avanços alcançados pelo setor

 

A tecnologia na enfermagem vem trazendo inúmeros avanços para a área. Com o suporte das inovações tecnológicas, profissionais da área são capazes de otimizar e qualificar a assistência oferecida ao paciente. Dessa forma, quando há otimização do processo como um todo, os profissionais de enfermagem são capazes de direcionar seu foco de forma mais estratégica. Ou seja, significa mais tempo para focar nos cuidados com a saúde física e emocional dos pacientes.

 

– Tecnologia de informação: a quantidade de informação disponível para qualquer pessoa aumentou graças à internet. No caso da enfermagem, apresenta melhoria da qualidade e aumento da disponibilidade de informação adequada no momento certo. Isso, por sua vez, permite um maior nível de qualificação dos enfermeiros e, consequentemente, um melhor nível de assistência ao paciente.

Com isso, bons exemplos na área incluem:

  • Softwares de gerenciamento;
  • Ferramentas, como os prontuários eletrônicos, que integram e organizam os dados das pessoas para que fiquem disponíveis aos profissionais interessados com mais facilidade.

– Tecnologia da comunicação: é a utilização de recursos tecnológicos para reduzir as distâncias geográficas em benefício do tratamento do paciente. Ou seja, na construção de um diagnóstico mais preciso. Profissionais que estão localizados a centenas de quilômetros de distância podem trocar experiências e contribuir para a qualificação da assistência ao paciente utilizando esse tipo de tecnologia.

Dessa maneira, entre os exemplos das tecnologias de comunicação em saúde, estão:

  • Teleconsultas;
  • Teleinterconsultas;
  • Telelaudos.

– Tecnologia biomédica: são todos os equipamentos e materiais utilizados pela equipe de saúde no atendimento do paciente. Esses recursos auxiliam a prática profissional do setor no diagnóstico, na monitoração e na assistência durante o tratamento dos pacientes. São exemplos de tecnologias biomédica os robôs utilizados em cirurgias, equipamentos sofisticados de diagnósticos por imagem, e prontuários eletrônicos com acompanhamento remoto de pacientes.

Ao otimizar processos e melhorar as rotinas clínicas hospitalares, a tecnologia não só beneficia as atividades desempenhadas pelos enfermeiros, mas também otimiza seu tempo e permite que eles se concentrem mais em suas funções primárias. No entanto, isso não significa que a tecnologia esteja progredindo a ponto de poder assumir as funções dos profissionais. Na verdade, o papel do enfermeiro é fundamental e as inovações são voltadas para a melhoria de suas rotinas.

Normalmente, nesse período de homenagem, são realizadas atividades voltadas para os profissionais de enfermagem como palestras e mesas redondas, que elevam ainda mais a importância dessa profissão.

Agradecemos a todos os enfermeiros, técnicos e auxiliares, não apenas pela data, mas por toda uma jornada de dedicação à saúde.

Gostou deste artigo? Curta e compartilhe com seus amigos.

Imagens: Envato


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.